Continua após publicidade

Varanda da CASACOR Piauí destaca o design e artesanato do estado

Projeto de Rafael Rodrigues respira a cultura local e apresenta um mobiliário repleto de peças de designers e artistas piauienses

Por Maria Fernanda Barros
Atualizado em 4 jul 2024, 21h35 - Publicado em 3 jul 2024, 11h00

Ao visitar a Varanda projetada pelo arquiteto Rafael Rodrigues para a CASACOR Piauí 2024, o visitante acaba por conhecer também um pouco da história da arte, design e artesanato piauiense. O ambiente apresenta um mobiliário e peças de designers e artistas consagrados do estado, como as cerâmicas feitas pelos artesãos do Poty Velho, a asa confeccionada por Fátima Campos, a miniatura de cadeiras feitas por Adolfo Pallandra e os pratos em cerâmica da Serra da Capivara, além de obras do próprio arquiteto.

O ponta pé inicial do projeto foi a preservação do piso Brennand já existente na casa. O objetivo de Rafael era preparar um passeio pelo tempo e, diante disso, projetou um layout que pudesse receber e acolher os visitantes.

Rafael Rodrigues - Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024.
Rafael Rodrigues – Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024. (Victor Eleuterio/CASACOR)

Outros elementos da ornamentação do ambiente que ajudaram o arquiteto a cumprir o seu propósito são a tapeçaria de Raphael Dias, uma cadeira que pertenceu a Machado de Assis, os acrílicos de Abraham Palatinik, os Homens de Barro de Selma Calheiras e mobílias concebidas por ilustres nomes do design brasileiro: Arthur Casas, Sérgio Rodrigues, Guilherme Wentz, Irmãos Campana e Júnior Brandão.

“É um espaço que convida à contemplação e à troca de experiências, onde o tempo parece desacelerar para dar espaço à convivência genuína e ao acolhimento caloroso típico dos brasileiros”, afirma o arquiteto. Para evocar a hospitalidade, o arquiteto traz um linho de seda emoldurado, muito utilizado no passado para a pratica do bordado. Datado de 1917, o linho de seda do mobiliário pertenceu à avó de Rafael e torna o ambiente um espaço transgeracional, diz: “É onde as paredes se abrem para receber não apenas a aproximação com natureza, mas também as narrativas entrelaçadas das gerações passadas e presentes”. 

Rafael Rodrigues - Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024.
Rafael Rodrigues – Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024. (Victor Eleuterio/CASACOR)

A arte santeira do Piauí é outro marco da varanda: um anjo de madeira e obras esculpidas por grandes mestres do artesanato do estado em madeira simbolizam a produção artística piauiense. A curadoria realizada pelo arquiteto está representada pela Coleção Sincretismo, uma coleção composta por 15 livros e 20 imagens de várias crenças e de personagens da cultura piauiense feitas pelo Mestre Dim. As obras receberam um desenho simplificado, onde as imagens não detalham os pequenos detalhes de um rosto. “A ideia principal é chamar atenção pela diversidade e respeito entre todas as crenças”, conta Rafael.

Rafael Rodrigues - Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024.
Rafael Rodrigues – Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024. (Victor Eleuterio/CASACOR)

No puff com uma base estrutural em MDF e revestido com couro feito à mão, o desenho foi naturalmente pelas curvas naturais das extremidades do material, o aproveitando ao máximo para reduzir os desperdícios e conceber um desenho único para cada peça. A mobília é uma criação autoral de Rafael junto com seu tio, o Mestre Xavier, e seus dois filhos. “A intenção foi também de manter o trabalho com couro para novas gerações, já que meu pai também era artesão e também trabalhava com couro”, relata o arquiteto.

A irmã de Rafael também compõe a equipe de produção do espaço. Maria Pia da Glória criou as árvores decorativas da varanda, um Ipê e um Caneleiro feitos com linhas, tecidos, crochê e diferentes tipos de costuras — segundo Rafael, com o intuito de aproveitar ao máximo as sobras de materiais de outros trabalhos manuais feitos pela artista.

Rafael Rodrigues - Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024.
Rafael Rodrigues – Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024. (Victor Eleuterio/CASACOR)

A varanda ainda apresenta uma obra de arte única confeccionada pelo próprio arquiteto: o Baralho Serra da Capivara, que se consagra como um tributo à beleza natural do Piauí. Foram criadas uma série em aquarelas inspiradas nas pinturas rupestres da Serra da Capivara, digitalizadas e editadas em forma de baralho, com o objetivo de valorizar, divulgar e expandir a arte piauiense dentro e fora do estado. “É um convite para valorizarmos a arte, o artesanato e a convivência, que se entrelaçam em uma teia de experiências enriquecedoras e significativas”, pontua Rafael. 

Rafael Rodrigues - Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024.
Rafael Rodrigues – Varanda. Projeto da CASACOR Piauí 2024. (Victor Eleuterio/CASACOR)
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade
Pular para o conteúdo