Continua após publicidade

Residência em São Paulo ganha ares de casa de campo

Reforma comandada pela arquiteta Isabella Nalon teve como objetivo trazer a natureza e a tranquilidade característicos do interior para a capital paulista

Por Giovanna Jarandilha
7 fev 2023, 18h00
Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

São Paulo é conhecida por seus apartamentos apertados e aluguéis exorbitantes; e não é à toa é difícil encontrar uma residência estilo “casa de campo” – com áreas verdes, elementos rústicos e a paz característica do interior – na capital paulista. Mas foi esse o desafio enfrentado pela arquiteta Isabella Nalon, à frente do escritório que leva o seu nome, ao assumir a reforma de um imóvel situado no bairro Cidade Jardim.

Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

Construída originalmente nos anos 1960, a edificação estava bastante deteriorada. Na reforma, a arquiteta preservou o pé-direito original e se apropriou de grandes vãos e aberturas para iluminação natural, ventilação cruzada e integração com os jardins.

O jardim, inclusive, é um dos grandes destaques da construção. É ele quem torna a entrada fluida e orgânica, permitindo um passeio pelas várias espécies de plantas, seus tons e aromas, com destaque para a jabuticabeira, que se tornou o refúgio de muitos passarinhos que habitam a região.

Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

Já a área de lazer ganhou um generoso espaço com mesa de madeira que acomoda até 12 pessoas. O espaço contempla piscina, churrasqueira, forno de pizza e chapeira. “Buscamos um estilo mais despojado e com ar natural, por isso elegemos cadeiras de corda náutica, pendentes para iluminação e ventilador de teto de fibra naturall”, explica a arquiteta.

Continua após a publicidade
Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

Integrado à sala de jantar, adega e cozinha, o living revela sua particularidade. Embora não haja separações físicas com os ambientes, móveis, tapetes e iluminação ajudam a delimitar bem cada espaço e, por conta das portas pivotantes envidraçadas, living e a área de lazer também se conectam de forma sutil.

Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

A sala de jantar é um dos lugares mais convidativos da casa: a conexão com a área externa se dá graças a grande janela, que transmite a sensação de amplitude. Já do outro lado, as portas de correr apresentam o visual incrível do MDF amadeirado filetado, que ficam quase imperceptíveis parecendo um grande painel. Elas ajudam a integrar cozinha e sala de jantar ou isolá-las de vez, trazendo privacidade no dia a dia da família.

Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

A cozinha reflete uma paleta de cores claras com um leve toque de madeira mais escurecida. No coração do cômodo, a ilha central define o layout, aproximando pia, geladeira e cooktop. Já para as bancadas das extremidades, o quartzo branco é iluminado pela vistosa esquadria que acompanha todo o seu perímetro. “Criamos uma cozinha linda, espaçosa, prática e com uma marcenaria que embute a torre quente e a geladeira duplex”, completa a arquiteta.

Continua após a publicidade
Casa de campo no bairro do Cidade Jardim, em São Paulo. Projeto da arquiteta Isabella Nalon.
(Julia Herman/CASACOR)

Por fim, o dormitório conta com uma particularidade: o closet é totalmente integrado ao banheiro e separado apenas por grandes portas de vidro e alumínio. “Desenhamos um mobiliário específico para cada item que os moradores desejavam guardar. Um detalhe para a comodidade deles é o pequeno pufe, que auxilia nas horas de calçar ou tirar um sapato”, explica a profissional.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade
Pular para o conteúdo